sábado, 15 de abril de 2017

AS TRIPAS DE FORA DO CAPITALISMO BRASILEIRO


Ao tentar destruir Lula, esquema golpista que envolveu os três poderes, a grande imprensa e empresários abriu a caixinha de Pandora do capitalismo neoliberal brasileiro. Porém se ilude quem acha que todas as tripas já estão de fora: o Judiciário, grandes empresas, banqueiros e a grande imprensa tentam esconder as suas vazando as dos outros e as jogando no ventilador.

As delações da Odebrecht, cujo objetivo principal era somar forças com Moro para destruir Lula, apresentaram um efeito colateral mórbido e devastador não esperado pela máfia que armou o golpe de Estado de 2016 no Brasil.

Embora a grande imprensa faça barulho e fumaça em torno de Lula, os depoimentos dos proprietários da Odebrecht e de seus executivos espalharam tripas rasgadas com seus respectivos conteúdos por todo lado. Nem mesmo a rede Globo ficou de fora da deduragem do decano da empreiteira.

Mais do que um sistema de corrupção, o que vaza por todos os lados são modestas amostras dos intestinos do capitalismo brasileiro. Modestas porque apenas umas poucas empreiteiras foram forçadas pelas circunstâncias a revelar como movem a gigantesca máquina de extorsão com a qual a burguesia suga em golfadas o sangue dos trabalhadores e os cofres do Estado.

Enquanto corrijo pilhas de provas e trabalhos de alunos, me pergunto: alguém realmente crê na hipóteses de que alguma grande empresa, seja de que ramo for (da imprensa ao agronegócio, da metalurgia à indústria automobilística, da indústria livreira à de construção civil) ficou fora desse sistema?

Que são os políticos financiados por essas empresas e setores patronais senão funcionários dos interesses delas e deles nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, em todos os níveis: municipal, estadual e federal? Ou alguém acredita que Bolsonaro defende a indústria armamentista apenas por ideologia? Ou que Gilmar Mendes, Janot e  Moro querem destruir Lula apenas porque eles, juízes e procuradores, são honestos e Lula, "ladrão" - segundo a ótica muito particular de honestidade deles?

A ausência de representação dos trabalhadores nos três poderes é a principal causa de nossa desgraça atual. Enquanto o poder econômico dominar a política e o Judiciário, um esquema podre será substituído por outro com o mesmo fim: sugar o sangue dos trabalhadores e saquear o Estado, convertido em máquina de dragagem em escala astronômica das energias das classes trabalhadoras  e das riquezas por elas produzidas em favor de uma classe empresarial parasita, perdulária e imoral - e que não gosta de ser chamada pelo nome: burguesia.

Jeosafá, professor, foi da equipe do 1o, ENEM, em 1998, e membro da banca de redação desse Exame em anos posteriores. Compôs também bancas de correção das redações da FUVEST nas décadas de 1990 e 2000. Foi consultor da Fundação Carlos Vanzolini da USP, na área de Currículo e nos programas Apoio ao Saber e Leituras do Professor da Secretaria de Educação de São Paulo. É escritor e professor Doutor em Letras pela Universidade de São Paulo. Autor de mais de 50 títulos por diversas editoras, lançou em 2013 O jovem Mandela (Editora Nova Alexandria);  em maio de 2015, nos 90 anos de Malcolm X, O jovem Malcolm X, pela mesma editora; no mesmo ano publicou A lenda do belo Pecopin e da bela Bauldour, tradução do francês e adaptação para HQ do clássico de Victor Hugo, pela editora Mercuryo Jovem. Leciona atualmente para a Educação Básica e para o Ensino Superior privados.

http://www.lojanovaalexandria.com.br/catalogsearch/result/?q=era+uma+vez+no+meu+bairro

2 comentários:

  1. Bravoooo, extremamente muito bem pontuado nossa TRISTE REALIDADE ��

    Vejo que qdo se iniciou o processo de "limpar" toda sujeira corrupta mofando, embaixo dos tapetes e gavetas do Planalto, com autorização da Dilma, os golpistas tentam de toda maneira, criminalizar a esquerda, como se eles(direita neoliberal podre) fossem "santos".

    Ora façam-me o favor né donos do mundo da GRANA, para alguma coisa de POSITIVO serviu a globalização, pois com a tecnologia hoje, toda essa corja, serão desmascaradas.

    Qto mais esses golpistas tentam apontar o dedo indicador para a esquerda, mais visível fica toda má intenção e ganância dessa direita podre.

    Bom artigo.

    Golpe midiático parlamentar de toga.
    ������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Ângela Maria: Como você disse, quando é que os donos da grana não a usaram para conseguir mais delas por todos os meios? É novidade que a imensa maioria dos políticos e membros do Judiciário são movidos por dinheiro, muito, muito dinheiro? O combustível que move políticos e membros do Judiciário é o dinheiro, ou não? Abração e o obrigado pelo comentário, oportuno e certeiro!

      Excluir