quarta-feira, 30 de novembro de 2016

SE RENUNCIAREM, PODEM SER EXONERADOS

Recusar cumprimento de função do cargo para o qual foram concursados pode custar a exoneração desses bonitinhos.
Os agentes do Ministério Público Federal convocaram coletiva de imprensa hoje (30/11/16), como se fossem técnicos de time de futebol, e anunciaram que, se o presidente golpista Temer sancionar o projeto em tramitação no Congresso que pune juízes e membros do Ministério Público por abuso de autoridade, renunciarão a suas atividades na Lava Jato. Só se esquecem os bonitinhos de que, caso se recusem a desempenhar atividade do cargo para a qual foram concursados, podem receber punições severas, incluso a exoneração (leia a Lei Orgânica Nacional do Ministério Público clicando aqui).

Como se julgam acima da lei, juízes e agentes do Ministério Público se revoltam com a possibilidade de a sociedade controlar suas atividades nos limites dela. Presumindo-se e arrogando-se intocáveis, consideram-se lesados em seus poderes divinos autoatribuídos (Dallagnol realmente crê nisso), ao serem atraídos, depois de tantos abusos praticados sob o olhar complacente do STF, para o mundo real, regulado por leis, as quais terão de cumprir como qualquer outro mortal.

CARÁTER: Definição filosófica. Clique e leia.
Dallagnol (ao centro na foto acima), que esta semana foi pego comprando e vendendo imóveis do programa Minha Casa Minha Vida, assim como o juiz Moro, processado pelo ex-presidente Lula no Brasil e na ONU, estão revoltados, pois, uma vez condenados nos processos que fatalmente advirão de suas más condutas, terão de se haver com a justiça comum, a dos pobres mortais, em razão das inúmeras prisões arbitrárias e denúncias sem provas com que rechearam a Lava Jato.

Moro, inclusive, está de passagem comprada para os EUA, para onde pretende fugir
 em caso de ser pego no Brasil e pela ONU por seus abusos. Nos Estados modernos, ninguém está acima da lei, nem presidente, nem políticos, nem juízes, nem funcionários públicos, por mais elevado que seja o cargo.

Juízes que ganham acima do teto constitucional são corruptos. Promotores que forjam delações e acusam sem indícios de provas são corruptos. Há entre os furiosos os que me imputam a defesa da corrupção ao denuciá-los, quando na verdade fazem isso apenas para defender seus interesses e pessoas como Moro e Dallagnol, como se fossem a própria encarnação da justiça. Não, não são, não estão acima da lei e devem responder a ela como todos os mortais. O Estado Democrático de Direito é o regime do império da lei para todos. Não há fulano ou beltrano acima dela, por mais que a toga e a fé religiosa os embriaguem. O contrário disso é o arbítrio e a corrupção dos valores democráticos, que esses dois senhores, isto sim, encarnam e encarniçam.


Bem vindos, senhores procuradores e juízes ao mundo da lei para todos, inclusive para vocês.

http://amplexosdojeosafa.blogspot.com.br/2016/11/lula-x-moro-agora-as-aguas-ficaram.html

Jeosafá, professor, foi da equipe do 1o, ENEM, em 1998, e membro da banca de redação desse Exame em anos posteriores. Compôs também bancas de correção das redações da FUVEST nas décadas de 1990 e 2000. Foi consultor da Fundação Carlos Vanzolini da USP, na área de Currículo e nos programas Apoio ao Saber e Leituras do Professor da Secretaria de Educação de São Paulo na gestão José Serra. É escritor e professor Doutor em Letras pela Universidade de São Paulo. Autor de mais de 50 títulos por diversas editoras, lançou em 2013 O jovem Mandela (Editora Nova Alexandria);  em maio de 2015, nos 90 anos de Malcolm X, O jovem Malcolm X, pela mesma editora; no mesmo ano publicou A lenda do belo Pecopin da bela Bauldour, tradução do francês e adaptação para HQ do clássico de Victor Hugo, pela editora Mercuryo Jovem. Leciona atualmente para o a Educação Básica e para o Ensino Superior privados.













10 comentários:

  1. SOU MESMO MUITO IGNORANTE! QUER DIZER QUE O CERTO SERIA TRANSGREDIR A LEI E A CONSTITUIÇÃO? OU SEJA, SE NÃO PUDEREM COMETER ABUSOS DO PRÓPRIO CARGO, PRENDER SEM PROVAS...SE NÃO PUDEREM PRENDER OU ACUSAR NINGUÉM, MESMO SEM PROVAS, MESMO QUE ISSO CAUSE PREJUÍZOS ÁS PESSOAS...SE NÃO PUDEREM CRIAR ILAÇÕES, COM BASE EM "CONVICÇÕES"...SE NÃO PUDEREM SER RESPONSABILIZADOS POR QUALQUER AÇÃO QUE TRANSGRIDA A CONSTITUIÇÃO ENTÃO NÃO VÃO TRABALHAR???? É ISSO? ENTÃO, JÁ QUE ESTE GOVERNO GOLPISTA E CANALHA ESTÁ VENDENDO TUDO, ENTÃO QUE VENDE O judiciário brasileiro, O CANCRO NACIONAL E QUE IMPORTE UM MELHOR! PODE SER UM DA ALEMANHA, POR EXEMPLO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado amigo: É isso mesmo que escreveu acima. Os delírios de grandeza deles são tais que perderam completamente a noção do ridículo. Parabém por seu texto irônico, mas que vai na jugular desses fascistas incrustados no poder judiciário.

      Excluir
    2. As delícias que Amplexos desfruta...pela primeira vez, corruptos de toda sorte encontraram neste país, o seu devido e bem merecido.
      É impossível contemplar a torcida contrária e não imaginar as razões.
      Muito bem! Prossigam apoiando a corrupção e voltemos todos os insólitos, os limpos, e vamos prosseguir trabalhando e sustentando os puros.

      Excluir
    3. Juízes que ganham acima do teto constitucional são corruptos. Promotores que forjam delações e acusam sem indícios de provas são corruptos. Você me imputa a defesa da corrupção, quando na verdade você defende pessoas (Moro e Dallagnol) como se eles fossem a justiça. Não, não são, não estão acima da lei e devem responder a ela. O Estado Democrático de Direito é o regime do império da lei para todos. Não tem fulano ou beltrano acima dela. O contrário disso é o arbítrio e a corrupção dos valores democráticos. Sou professor e escritor, vivo do meu salário e defendo minhas ideias. E não sou corrupto, como vossa senhoria insinua de maneira vil. E imagino que o senhor também não seja, pois, não o conhecendo, dou-lhe o crédito de confiança que todos merecem. Amplexos para você.

      Excluir
  2. Boa noite, amigo. A cada "faceta" revelada por esse judiciário, mais nos causa vergonha. Saudações pelo texto esclarecedor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato, amigo. Precisamos nos informar pela blogosfera, pois a grande mídia morreu, fala do túmulo e não está a serviço da informação, mas dos interesses dos 1% que exploram o povo brasileiro. Abs.

      Excluir
  3. falta caráter ?...... vc´s tem ideia que se essa merda for aprovada eles podem perder tudo que eles tem ?
    Vc´s sabiam que com isso q o senhor Renan está fazendo , eles perdem TODOS os bens que eles tem ?
    VC´s estão fazendo e correndo o risco que eles estão correndo ?
    Então antes de falar merda e postar uma merda dessas , se informem !
    bando de cretinos ! ...... defendem coisas erradas .
    megalomania é o q sofre essa mente doentia de vc´s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na falta de argumentos, você ofende o seu interlocutor. Tenha mais educação.

      Excluir
    2. Então. É isso mesmo. Estamos vivendo em um tempo que o judiciário que é quem deveria harmonizar os poderes e arbitrar de forma apartidária, está tornando-se cada vez mais corrompido, quando pensam encarnar a lei. Mesmo assim há pessoas que, sem análise de situação preferem ofender. É a intolerância querendo se impor como verdade. Reflexo do autoritarismo.

      Excluir
    3. O judiciário é o cemitério de nossa democracia. Lá pobre não tem vez, todos sabem. O que esperar de um funcionário público concursado para virar burguês com rendimentos que nem empresários de médio porte conseguem em suas sofridas empresas mensalmente?

      Excluir